Zimbra 8.8 – Instalação e Configuração em Mono Server

Faz um tempo que não posto nada relacionado a Zimbra, e até mesmo não atualizo meu projeto (infelizmente terei que esperar um pouco mais para poder atualizar, perdão). Decidi então postar o processo de instalação da nova versão do Zimbra, a 8.8, para consulta futuras. Nesse post irei demonstrar como fazer a instalação em um Mono Server, e em um post futuro iremos adentar na instalação Multi Server.

O que é Zimbra?

Para quem não conhece, Zimbra é um servidor de e-mail All-in-One, com interface web para gerenciamento, API SOAP, CLI para gerenciamento das caixas de e-mail por linha de comando, chat interno, entre muitas outras facilidades. Em um comparativo com outras ferramentas de e-mail, o Zimbra é o que mais chega próximo ao que é o Microsoft Exchange.

A ferramenta possui duas versões, sendo a OSE (Open Source Edition) a versão gratuita e da comunidade, e a NE (Network Edition) a versão paga para empresas, na qual possui várias funcionalidades, como backup e compactação de e-mails após um certo período sem acesso.

Descrição do Ambiente

Para esse ambiente iremos usar uma máquina virtual dentro do VirtualBox com os seguintes recursos:

  • CPU: 2 vCPUs
  • Memória: 4096 MB
  • Disco: 10GB
  • Sistema Operacional: CentOS 7

A ideia é construir um ambiente de Zimbra manualmente, apesar de eu ter uma playbook de Ansible pronta para esse tipo de atividade (disponível no Ansible Galaxy). Outro ponto é a questão do armazenamento: iremos usar somente um disco de 10GB pois não será necessário muito espaço visto que se trata somente de um laboratório de testes.

O processo será focado também somente na versão Open Source Edition, porém pode ser replicado na Network Edition sendo somente o passo extra a inclusão da sua licença. ATENÇÃO: o processo será focado na versão 8.8.8, que infelizmente não é a versão mais recente, porém é a única que o instalador está funcionando.

Antes de instalar será necessário fazer duas configurações: a primeira é remover qualquer serviço que use a porta 25 (como postfix e o sendmail) e o outro será incluir o hostname da máquina dentro do /etc/hosts. Se o hostname da máquina for localhost ou for algum nome que não seja resolvido com o mesmo IP do servidor será retornado uma mensagem de erro para você.

Primeiro, desinstale os pacotes postfix e sendmail do servidor do CentOS:

# yum remove postfix sendmail -y

Agora abra o /etc/hosts e inclua a linha abaixo no final do arquivo.

# vim /etc/hosts
127.0.0.1 <hostname>.<dominio>

Instalação

Primeiro passo é acessar o site e baixar a versão mais recente do Zimbra. Abaixo segue o link para download para quem não estiver afim de preencher o formulário do site. Existe um macete que, ao entrar dentro dessa página, se colocar no link “/thank-you” você será direcionado para a página de download do Zimbra OSE sem a necessidade de preencher os formulários.

https://www.zimbra.com/try/zimbra-collaboration-open-source/thank-you/

Como iremos usar o CentOS 7 para a instalação, baixe o instalador dessa versão e salve dentro da máquina que iremos instalar o Zimbra.

# wget https://files.zimbra.com/downloads/8.8.8_GA/zcs-8.8.8_GA_2009.RHEL7_64.20180322150747.tgz

Após baixar o arquivo .tgz, descompacte ele e acesse o diretório para começarmos o processo de instalação:

# tar -xzf zcs-8.8.8_GA_2009.RHEL7_64.20180322150747.tgz
# cd zcs-8.8.8_GA_2009.RHEL7_64.20180322150747

Para iniciar o processo de instalação, execute o script install.sh dentro do diretório. O processo será todo automatizado por esse script, baixando as dependências, instalando os pacotes do Zimbra, configurando, entre outras atividades, porém irá te questionar sobre algumas configurações várias vezes durante o processo.

# ./install.sh

Aceite os termos de contrato e aceite instalar o repositório do Zimbra em seu servidor. Todos os pacotes da ferramenta agora são entregues via repositório, ao contrário da versão 8.6 que vinha tudo dentro do .tgz, tornando o pacote bem maior do que ele é hoje.

Do you agree with the terms of the software license agreement? [N] y
Use Zimbra's package repository [Y] y

Não iremos instalar todos os pacotes do Zimbra até porque são muitas coisas e podem sobrecarregar seu servidor. Para esse processo iremos instalar somente os seguintes pacotes, então coloque “y” somente neles, e nos demais “n”:

  • zimbra-ldap
  • zimbra-logger
  • zimbra-mta
  • zimbra-store
  • zimbra-apache
  • zimbra-spell
  • zimbra-proxy

Digite “y” para começar o processo de instalação e aguarde até terminar o processo. Após isso iremos começar a configurar os serviços:

The system will be modified.  Continue? [N] y

Após o processo de instalação você será reportado de dois erros: um de hostname e outro de dns. Pode colocar “no” para ambos, até porque não temos um servidor de DNS e o hostname que escolheu já possui alguém usando na Internet. Não tem problema: você ainda será possível enviar e-mail de dentro para fora e para domínios internos.

DNS ERROR resolving zimbra.beyeler.com.br
It is suggested that the hostname be resolvable via DNS
Change hostname [Yes] No

DNS ERROR resolving MX for zimbra.beyeler.com.br
It is suggested that the domain name have an MX record configured in DNS
Change domain name? [Yes] No

Agora será exibido uma tela com diversas configurações que você pode escolher alterar. Se tiver tempo recomendo que explore bem as opções que são exibidas, porém a única necessária de ser configurada nesse momento é a senha de admin. Iremos nos focar somente nessa senha e então concluir o processo de instalação.

Para alterar a senha de admin, escolha a opção 5 e então informe a opção 4. Será questionado para você digitar uma senha. Lembre-se bem do que for digitar, caso contrário não poderá acessar a conta de admin posteriormente.

Address unconfigured (**) items  (? - help) 5
Select, or 'r' for previous menu [r] 4
Password for admin@zimbra.beyeler.com.br (min 6 characters): [mumzL74I] beyeler

Pressione r para voltar ao menu anterior e então pressione a para começar o processo de configuração. Será questionado se deseja salvar o arquivo de configuração, porém não será caso não esteja desenvolvendo um script de automação do processo de instalação. Nesse caso digite somente No e então Yes para prosseguir com o processo de configuração:

*** CONFIGURATION COMPLETE - press 'a' to apply
Select from menu, or press 'a' to apply config (? - help) a 
Save configuration data to a file? [Yes] no
The system will be modified - continue? [No]

Ao término do processo você terá o Zimbra funcionando. Poderá validar acessando o endereço “https://<ip_do_servidor>” ou se não acessando com o usuário zimbra e digitando no terminal zmcontrol -v:

# su - zimbra
$ zmcontrol -v
Release 8.8.8_GA_2009.RHEL7_64_20180322150747 RHEL7_64 FOSS edition.

Abaixo segue os links do site do Zimbra, caso queiram maiores informações sobre a ferramenta:

  • https://www.zimbra.com/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *